Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Ex-Vereadores

Terezinha Carlesso Agostini

  • Nome Completo : Terezinha Carlesso Agostini
  • Partido Atual: PSD

Biografia do Vereador

A Década de 1960 foi de efervescência política no Brasil e, nesse período, como nas décadas anteriores, a participação da mulher na sociedade era pequena, praticamente nula. Eram poucas as mulheres que conquistavam destaque, sobretudo no campo político. Por isso a eleição de uma mulher à Câmara de Vereadores, logo no primeiro pleito, em São José do Cerrito, ganhou em importância e se sobrepôs ao tempo. Terezinha Carlesso Agostini foi a primeira mulher eleita vereadora no município. Conquistou 238 votos pelo Partido Social Democrático (PSD) na eleição que aconteceu em 7 de outubro de 1962.

 

Somente 20 anos depois de Terezinha é que a mulher voltou a conquistar assento na Câmara de Vereadores de São José do Cerrito. Nas eleições de 3 de outubro de 1992 foi eleita Lionete Neto Garcia Melo e depois, em 1996, elegeram-se Neusa das Graças Ortiz Ransoni, pelo PDT e Ecilda Maria Gendig Paes, pelo PL.

 

Nos tempos atuais, apesar das grandes conquistas femininas, a inserção da mulher na vida pública ainda não corresponde às expectativas. Dos trinta por cento de vagas que cada partido tem a obrigação de reservar para candidaturas femininas, o preenchimento, em linhas gerais, não chega a dez por cento. A lei nº 9504 - de 30/09/96, que exige a reserva de trinta por cento das vagas, é um chamamento à participação das mulheres no processo eleitoral.

 

Se hoje a presença da mulher na política é ainda um tabu a ser quebrado, na década de 1960 a resistência era ainda maior. Mas foi a partir dos anos 60 que as mulheres passaram a ser protagonistas e naquele período registrou-se, em escala internacional, dois grandes destaques:

Sirimavo Bandaranaike governou o Sri-Lanka, em 1960, e Indira Gandhi a Índia, em 1966. E Terezinha Carlesso Agostini deu sua contribuição, candidatando-se e sendo eleita vereadora em São José do Cerrito.

 

A professora Terezinha Carlesso Agostini, tia do ex-prefeito de Lages, deputado federal Fernando Agustini (Coruja), ampliou seu currículo político no Paraná. Residindo em Coronel Vivida - município localizado a sudoeste paranaense, próximo às cidades de Pato Branco e Francisco Beltrão, concorreu pelo PDS e foi eleita vereadora para a legislatura de 1977 a 1982; voltou a disputar o cargo na eleição seguinte e ficou na suplência, tendo assumido em diversas oportunidades.

Terezinha nasceu em 9 de novembro de 1927, em Tangará (SC) e faleceu em 17 de setembro de 1999. Foi casada com Andréa Agostini, também falecido, com quem teve seis filhos: Luiz Alberis Agostini, casado com Beatriz Narciso Agostini; Regiane Carlesso Agostini; Estelamaris Agostini; João Pedro Carlesso Agostini, casado com Vera Lúcia Lima Agostini; Andréa Junior e Josiane Carlesso Agostini, casada com Albino Francisco Buba.

1963 - 1966
  • Coligação: PSD
  • Nº Votos: 238